Lafayette Gourmet

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Uma geladeira, grande, só com manteigas — Boudier, Échiré, Beillevaire, incluindo um corner  da Bordier em que eles “batem” a manteiga na sua frente (le tapage du beurre) — já seria motivo suficiente para visitar a Lafayette Gourmet, que desde 2014 passou a ocupar o prédio da seção Maison das Galeries Lafayette (numa união bastante inteligente e que é bastante prática para quem ama receber, comida e casa). Acrescente azeites especialíssimos, jamón  Pata Negra, a Bordeauxthèque (lugar imperdível, veja a nossa matéria, clicando aqui), e ainda a possibilidade de provar in loco  as carnes, os queijos, o jamón (cada departamento possui um balcão com 20, 30 cadeiras). No Steak Point, por exemplo, você pode pedir o corte de uma das carnes no açougue (provenientes da Normandia, da Escócia, do Japão), do tamanho que você quiser, e eles grelham na hora, com alguns acompanhamentos, para que você deguste lá mesmo. O mesmo com o jamón Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Joca Pontes no Dalva e Dito

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

O Dalva e Dito Convida tem sido, nos últimos dois anos, uma excelente oportunidade de conhecer a cozinha de chefs  de outras regiões do Brasil sem precisar pegar o avião. Já vieram para cá os irmãos Castanho, de Belém (tenho vontade de ir pra Belém só pra jantar no restaurante deles, o Remanso do Bosque), a Manu Buffara, de Curitiba, a Ana Bueno, de Paraty. Em comum, todos eles trazem na mala, além de ingredientes locais, a excitação de cozinhar em São Paulo a convite do chef  Alex Atala.

É A HORA DO RECIFE
O convidado da vez, do restaurante Ponta Nova, de Recife, é o chef  Joca Pontes, que serve, até a noite de sexta-feira, dia 28 de maio, um menu-degustação de cinco etapas (que provamos hoje), repleto de sabores tradicionais do Nordeste como o croquete de macaxeira (mandioca) com vatapá de jerimum (abóbora) e vinagrete de cenoura sobre um filézinho Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Pierre Hermé


Ver Paris num mapa maior
Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Sem sombra de dúvida, é o mestre par excellence  das sobremesas. Pierre Hermé começou aprendendo a arte de seu métier  com outro mestre dos doces, Gaston Lenôtre, com apenas 14 anos de idade, e aos 20, já era chef-pâtissier  da Fauchon. Aos 31, participou da expansão parisiense do La Durée enquanto ganhava prêmios e publicava livros (já são dez livros lançado sobre o tema, incluindo a bíblia Larousse des Desserts, assinado por Hermé).

O currículo é primoroso, mas não é só. Mesmo aqueles que não conhecem seu passado sentem estar diante de algo divino e inovador ao saborear uma de suas criações. Hermé só tem duas lojas flagships com todas suas criações em Paris, uma em Saint Germain-des-Prèsoutra em Montparnasse, ambas do lado esquerdo do Sena. Os outros nove pontos de venda que só vendem  macarons  e Ver Mais →


Ver Paris num mapa maior

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


O Manifesto Simonde do Hotel Perfeito

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Esse é o manifesto Simonde de hospedagem. Assim como sou apaixonado por aeroportos (faço questão de levar e buscar amigos e parentes só pra ter o pretexto), amo lobbies de hotel (e filmes que têm eles como cenários: de Morte em Veneza  a Lost in Traslation, passando por Week-End at the Waldorf, Grand Hotel e Uma Linda Mulher). É fascinante, nos lobbies de hotéis com localização central, observar pessoas de diferentes estilos, de todos os cantos do mundo, indo e vindo; homens e mulheres em papos de negócio, madames com seus cachorrinhos de estimação, famílias decidindo com o concierge o programa dos próximos dias, casais apaixonados que só conseguem enxergar um ao outro. Se o hotel tiver restaurante estrelado e bar animado, ainda melhor. Mas, mesmo que o hotel seja incrível, nunca deixo de frequentar os chás, os bares e os restaurantes de outros hotéis; simplesmente porque estão em hotéis. Se hospedar no hotel PERFEITO nem sempre é possível (e muitas vezes, hotéis da mesma categoria de preço entregam experiências bem diferentes), mas fizemos um exercício de imaginar o que um hotel tem de ter para fazer com que a gente se apaixone por ele. Assim, sinta-se livre em nos contar sua opinião e relatar suas experiências.

LOCALIZAÇÃO

Localização, localização, localização. O hotel pode ter a melhor estrutura do universo, mas ele não for o próprio destino — no caso de resorts, quando você já viaja com a intenção de não sair de lá —, não adianta ser incrível, ser desenhado pelo designer  X, se você tiver de gastar quarenta minutos para chegar aos cafés, restaurantes, lojas e atrações culturais mais legais (ou daquelas que você mais gosta); o que é bem fácil de acontecer nos grandes centros urbanos (e você sempre saberá, em cada cidade Simonde, quais são os bairros de que mais gostamos e por quê). Por isso, a região, o bairro, a rua são variáveis Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Boutique Assouline


Ver Paris num mapa maior
Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Claro que você pode encontrar vários títulos da editora Assouline em qualquer boa livraria do mundo (ou pela internet). Mas, caso você queria encontrar absolutamente todos os títulos, sentir um pouco da filosofia que permeia a edição e a criação dos livros, e ainda encontrar edições limitadas – que mais parecem obras de arte, assim como os títulos da Steidl – e produtos criados especialmente para a loja por nomes como Goyard, Olivia Giacobetti e Coach, that’s “the” place.

Situada no coração de Saint-Germain de Près, com uma entradinha bem discreta (muitos passam reto por sua porta), ao lado da Dior e pertinho da igreja, da La Hune, da Louis Vuitton, dos cafés  Deux Magots e de Flore, e praticamente vizinha do elegante salon de thé  e restaurante – para almoço – do La Durée (na esquina da rue Jacob ), na pequena Boutique Assouline você pode encontrar além dos livros sobre moda, design  e estilo de vida (como os ótimos Paris Hotel Stories, French Riviera e Cocktails com receitas de drinks de Amy Sacco, do Bungalow 8), livros-objeto como a luxuosa coleção Veneza (com capa de veludo Ver Mais →


Ver Paris num mapa maior

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Gordon Ramsay


Ver London_Simonde num mapa maior
Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Ele já expulsou um crítico do Sunday Times  de seu restaurante, já comandou reality-shows  gastronômicos onde a palavra f*** é pronunciada a cada três segundos e já foi processado por seu chef pâtissier  por agressão. Mas, apesar das críticas à sua pessoa, o Gordon Ramsayflagship” em Chelsea (seu império é formado por mais-de-um-restaurante em lugares tão distantes quanto Londres, Nova York, Los Angeles, Las Vegas, Versalhes, Toscana e Doha) é, assim como o Eleven Madison Park em Nova York (que é a quintessência de NY), o restaurante que traduz o espírito inglês na alta gastronomia em Londres (por isso é imperdível; aberto em 1998, até recentemente era o único restaurante na cidade com três macarons  Michelin; hoje, são ele e o Ducasse no Dorchester, mas o Ducasse você deixa para comer em Paris). Instalada numa pacata rua de pequenos prédios de tijolinhos, no térreo de um prédio residencial de três andares, ao chegar, você encontrará apenas o doorman  e uma pequena porta preta. Completamente low-profile e intimista. Ao caminhar pelo corredor estreito e com baixo pé-direito e chegar ao bar no fundo e avistar o salão, a sensação é a de que Ver Mais →


Ver London_Simonde num mapa maior

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Daunt Books


Ver London_Simonde num mapa maior
Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Para os viajantes que, antes de qualquer viagem, leem e pesquisam sobre o país a ser visitado, Londres tinha duas ótimas livrarias para abastecer a biblioteca: a The Travel Bookshop  e a Daunt Books. A The Travel  (lindinha, bem editada e que ficou famosa como a livraria de Hugh Grant no filme Notting Hill), infelizmente, fechou em 2011. Mas, ficou a Daunt.

Um dos charmes da Daunt Books é que ela é a cara da Londres do início do século 20, ocupando um prédio ao estilo eduardiano (o período eduardiano sucedeu a Era Vitoriana, de 1901 a 1910, quando Edward VII assumiu o trono) originalmente construído nessa época e, felizmente, assim preservado ao longo do tempo. Ver Mais →


Ver London_Simonde num mapa maior

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Londres, o começo

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Ao olhar para a civilidade dos londrinos na atualidade (sem que estejam bêbados, claro), é difícil imaginar que as bases de sua cultura (o idioma, o sistema de leis, a religião) não tenham vindo dos civilizados romanos, mas sim dos saxões, um dos povos mais bárbaros, mercenários e assassinos que a nossa história já conheceu.

ROMA FUNDA LONDRES
Londres foi fundada pelos romanos em 44 a.C., quando o Império invadiu a Bretanha e tomou conta da ilha. Durante o reinado expansionista de Trajano (de 98 a 117), o território sob domínio dos romanos chegou até onde é hoje a fronteira da Inglaterra com a Escócia (onde foi construída a muralha de Adriano, que delimitava o extremo norte do Império, cujas ruínas podem ser visitadas até hoje; aliás, a história de Adriano, sucessor de Trajano, merece uma matéria à parte).

No século 2 d.C., Londinium (como Londres era chamada), no seu auge, substitui Colchester como a capital da Bretanha Romana — ou em latim, Britanniatornando-se assim capital provincial mais distante da capital do Império, Roma. Mas, apesar de os bretões (povo Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Maison Bertaux


Ver London_Simonde num mapa maior
Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

A Maison Bertaux é uma instituição, tem o melhor chá da região (feito comme il faut ) e é um dos lugares mais peculiares do SoHo. Fundada há mais de 130 anos (em 1871) e oferecendo o que há de melhor na arte pâtissière  francesa, ela pode ser um pouco desafiadora para os iniciantes (ainda mais quando, algumas vezes, o serviço se mostra beeeem parisiense, if you know what I mean ). Mas, nós damos as dicas:

Chegando à Bertaux, você já vai se deparar com a vitrine repleta com a mais tradicional pâtisserie  francesa, além de bolos, éclairs  e croissants  perfeitos (interior macio, casquinha crocante e sequinha, nenhum vestígio de óleo ou gordura) – escolha difícil…; entre na loja, vá até o balcão que fica atrás da vitrine, faça o seu pedido (tente saber o que irá pedir de antemão para evitar certa “impaciência” do atendente francês), e SÓ AÍ, Ver Mais →


Ver London_Simonde num mapa maior

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Londres, uma introdução

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Epicentro de grandes movimentos — históricos, econômicos e estilísticos — que abalaram o mundo nos últimos dois mil anos, Londres é imponente, tradicional, mas ao mesmo tempo discreta (o que a torna um pouco inacessível aos iniciantes) e deliciosamente contemporânea.

A mais distante capital provincial do Império Romano — e, séculos depois, dona de seu próprio Império (um quarto do mundo já foi controlado por essa ilha do tamanho do estado de São Paulo) —, Londinium como foi batizada pelos romanos, continua a ser uma cidade global no sentido mais amplo do termo, já que desde sempre conviveu — e convive — com a influência das culturas mais diversas e distantes do planeta.

Terra dos esportes aristocráticos (golfe, tênis, pólo, corridas de cavalo) e do cricket; da alfaiataria (Savile Row, Jermyn Street e Alexander McQueen); do Commonwealth; dos Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


SIGA A SIMONDE

Interaktiv