Padoca do Maní: Café da manhã o dia todo, e pães e bolos e sucos e comidinhas do jeito que a gente gosta

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Com apenas 24 lugares sentados, é bem prudente evitar os fins de semana pela manhã, a não ser que você não  acorde com fome e não  se importe em ficar esperando trinta minutos ou uma hora por uma mesa, em pé, na calçada, sem lista de espera. Durante a semana, para tomar café da manhã de manhã  (quando os restaurantes da Joaquim Antunes ainda estão fechados para almoço e os manobristas ainda não estão trabalhando), também vai ter problema para parar o carro: a Padoca do Maní não tem serviço de manobrista, não tem estacionamento próximo, a estação de metrô mais próxima é a Fradique Coutinho (a 700 metros), é proibido parar o carro na movimentada rua e, nas ruas adjacentes, as vagas são concorridas (você vai precisar dar voltas e mais voltas). Parar o carro é um motivo de estresse já na chegada (e com fome, a irritação aumenta ainda mais). Por isso, o melhor jeito de chegar à Padoca do Maní é de táxi ou Uber. {Conheça o manifesto Simonde do café da manhã perfeito, clicando aqui.}

Mas uma vez lá, durante a semana e com uma mesa, é só se deixar apaixonar pelo ambiente, pelas comidinhas expostas no pequeno salão — bolos, salgados e pães, tudo feito na casa — e pelo café da manhã (ou da tarde) mais charmoso de São Paulo. No cardápio, Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Promoção imperdível da Air France com possibilidade de visitar até três destinos pelo preço de um #publi

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Se você pretende viajar para algum destino na Europa este ano e voltar até 31 de dezembro de 2018 (com exceção das duas primeiras semanas de julho), não pode deixar de conferir a OH LALA Deals, a promoção de passagens da Air France que acabou de começar e vai até terça-feira, dia 6 de fevereiro; tanto para passagens em classe econômica e Premium Economy quanto para a executiva (infelizmente, a La Première, a primeira classe hors concours  da Air France ficou de fora da promoção). Além das saídas de São Paulo GRU e Rio de Janeiro GIG, onde a companhia aérea sinônimo da elegância francesa (qual outra companhia serve champagne  em todas as classes?) te leva para Paris duas vezes por dia — e tanto de São Paulo quanto do Rio em voos ótimos, que chegam ao aeroporto Charles de Gaulle às 8h da manhã, perfeitos para aproveitar o primeiro dia de viagem —, a Air France começa a voar também de Fortaleza FOR, direto para Paris, três vezes por semana, a partir de 3 de maio de 2018.

DO BRASIL PARA VENEZA, TEL AVIV, LISBOA, BARCELONA, BORDEAUX, GENEBRA EM QUATRO VEZES SEM JUROS

Italie_Rome_Forum_1200X627A melhor notícia é que, partindo de São Paulo e do Rio, viajar para os outros destinos custa ainda menos que o bilhete direto para Paris, e você tem direito de passar alguns dias na Cidade-Luz sem custo adicional (e não só, leia mais abaixo!). De Guarulhos ou do Galeão, calcule a partir de R$ 3.040* para Dublin (em torno de US$ 940, em câmbio oficial), R$ 3.070 para Barcelona ou R$ 3.120 para Roma, voando em classe econômica, já com Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Brenners Park-Hotel: Um dos melhores e mais antigos hotéis do mundo tem tudo a ver com saúde, com spa médico completo e até kombucha no frigobar

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Quando cheguei e vi um gato em cima do balcão da recepção já perguntei: “todo hotel Oetker tem um gato de estimação, é isso?” (o Bristol em Paris tem o Fa-Raon, mas ele tinha uma companheira, a Kléopatre, que não estava se dando muito bem com ele e ganhou nova casa, dessa vez em Baden-Baden). Dom Pedro II se hospedou aqui com sua família em 1887. Nasser-ed-Din, o xá da Pérsia, em 1889. Um dos melhores hotéis do mundo fica em uma cidadezinha alemã com, hoje, 55 mil habitantes {enquanto isso a maior e mais rica cidade da América do Sul, com população de 12 milhões, segue sem um hotel Simonde; mas conheça o melhor bairro e as boas opções de hospedagem de São Paulo, clicando aqui}. Com a localização mais mágica de Baden-Baden — e em um dos lugares mais lindos do mundo {saiba o que você não pode deixar de fazer em Baden-Baden, clicando aqui} —, este hotel fundado em 1872 foi o primeiro da  Oetker Collection (e segue sendo sua sede, apesar de serem deles também o Bristol, um dos palaces  de Paris, e o Lanesborough, de Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Belle Époque: Hotel de charme na melhor localização de Baden-Baden, sem restaurante, mas com belo jardim

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Uma linda e elegante casa do fim do século 19 situada em uma rua praticamente residencial, a cinco minuto s a pé do centro de Baden-Baden e a 250 metros da Lichtentallerallee, se transformou no Belle Époque: um hotel pequeno, aconchegante, decorado com móveis antigos (nem sempre bem conservados), sem restaurante (nos salões só são servidos os ótimos café da manhã, o chá da tarde e drinques o dia todo, em mesas elegantemente decoradas, mas dá para almoçar e jantar no outro hotel do mesmo dono, o Der Kleine Prinz — o hotel oficial do Pequeno Príncipe! —, a dois minutos daqui, na própria rua, ou ainda no Brenners, a uma quadra), mas com um jardim-com-fonte  daqueles que nos dão vontade de passar a vida lendo a obra completa de Balzac. Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Frick Collection: Como o homem mais odiado da América construiu uma fabulosa coleção de arte em Nova York

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Essa é uma história que você não vai  escutar durante sua visita ao museu. Porque ele foi o homem mais odiado da América. E com razão. Henry Clay Frick, junto com o outro magnata do aço, Andrew Carnegie (sim, do Carnegie Hall), foi responsável pelo rompimento de uma barragem que resultou na destruição de 1600 casas no vilarejo de Johnstown matando mais de 2200 de seus habitantes em 1889 (o maior desastre causado pelo homem da história dos Estados Unidos antes do ataque ao World Trade Center em 11 de setembro de 2001). Em 1892, durante uma greve na fábrica de Homestead, uma época pré-direitos trabalhistas, quando empregados trabalhavam seis dias por semana e doze horas por dia na árdua e perigosa indústria do aço (um cochilo no trabalho poderia ser mortal; e para aumentar os lucros, eles queriam reduzir ainda mais os salários e aumentar a carga horária), Frick contrata a Pinkerton, uma agência de detetives mercenários — que possuía um efetivo maior que o exército norte-americano e existe até hoje! — para Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


SIGA A SIMONDE

Interaktiv