• Produtos

  • CONTINENTE

  • PAÍS

  • REGIÃO | ESTADO

  • CIDADE

  • BAIRRO

  • ESTILO

  • CARACTERÍSTICAS

  • NÍVEL DE PREÇO

  • ÉPOCA

  • Preço

Produtos


Qual o modelo correto do iPhone 8 comprar nos Esta...

Para atender às diferentes tecnologias utilizadas pelas operadoras de telefonia celular do mundo (CDMA, GSM, e todas as diferentes frequências), a Apple lança vários modelos de iPhone; que são idênticos por fora. E, dos três modelos de iPhone 8 lançados recentemente (mais três do iPhone Plus), apenas um foi homologado pela Anatel, e só ele funciona no Brasil: o A1905 (e no caso do iPhone 8 Plus, o A1897). É esse número que você deve levar à loja da Apple no exterior para comprar o telefone correto. E um teste que você pode fazer na hora é já colocar o seu chip brasileiro (o nano-SIM, esse tamanho de chip  que a gente já usa desde o iPhone 6) no aparelho novo — tudo bem que eles só vão deixar você abrir a caixa e fazer isso depois do pagamento feito — e ver se ele encontra a rede da AT&T (no meu caso, já que a AT&T é a operadora americana com quem a TIM, minha operadora de celular no Brasil, tem contrato de roaming nos EUA).

VALE A PENA COMPRAR O IPHONE 8 NOS ESTADOS UNIDOS?

qual-modelo-de-iphone-8-comprar-no-exterior-nos-estados-unidos-1100-2Outra informação importante é que para funcionar no Brasil ele precisa estar desbloqueado (unlocked, SIM-free), sem nenhum desconto por estar atrelado a uma operadora de telefonia local. Por isso você vai precisar pagar sempre o preço cheio, e mais alto: Ver Mais →

VEJA MAIS

Vivianne Wakuda Patissière, confeitaria ocidental...

Os japoneses que vêm à São Paulo e provam das sobremesas da chef pâtissière  Vivianne Wakuda se sentem em casa. Especialista em yogashi 洋菓子 ], que é a versão japonesa da arte confeiteira ocidental (com influência principalmente francesa), em contraponto com o wagashi 和菓子 ], os doces tradicionais japoneses geralmente servidos na cerimônia do chá, Vivianne fica na cozinha do restaurante japonês Aizomê, nos Jardins, onde prepara as sobremesas da casa e atende por encomenda uma clientela cada vez maior de descendentes de japoneses em busca do shuukuriimu  perfeito (シュークリーム, é assim que os japoneses falam choux à la crème, ou ainda numa versão mi-français-half-American: choux cream), mas não só: suas receitas também tem agradado os paulistanos que buscam sobremesas mais leves e com doses mais equilibradas de açúcar. (Que também é a nossa definição de sobremesa perfeita: açúcar Ver Mais →

VEJA MAIS

ENDOSSO: Máquinas de café Nespresso

Comprei minha máquina de café Nespresso há mais de dois anos, no exterior. E fiquei impressionado com o atendimento da empresa, que é do Grupo Nestlé, quando a minha máquina quebrou recentemente (simplesmente parou de funcionar). O serviço é 24 horas, sete dias por semana. O telefone é 0800 e você pode ligar do seu celular (poxa, vamos aprender empresários!). A atendente é educada e bem-humorada (a impressão que tive é que ela deve ganhar bem). E mesmo a máquina estando fora da garantia e eu não a tendo comprado no Brasil, eles me deram uma máquina nova. Idêntica. Sem cobrar nada. Vieram buscá-la em casa e deixaram outra no lugar. Dentro do prazo que disseram. Só não me mandaram outra imediatamente porque eu a comprei na Europa (por isso trocaram até a voltagem da máquina). E ainda me deram um kit de cápsulas junto (juro, eu não imaginava Ver Mais →

VEJA MAIS

Vom Fass

O logo e a fachada lembram uma lavanderia. Mas aí, quando você olha para o interior da loja, o que se vê são dezenas de filtros de barro — que parecem ser filtros de água, daqueles tão típicos do interior do Brasil. O nome germânico tampouco nos remete ao comércio de óleos e azeites, tão associado no nosso inconsciente ao calor dos povos mediterrâneos ao longo dos últimos 2500 anos. Mas uma vez ultrapassada a porta de entrada, a Vom Fass é loja obrigatória para chefs — profissionais ou amadores — e gourmets.

O grande diferencial da loja é a experiência. Ao ser recebido por uma das simpaticíssimas vendedoras (quem nos atendeu foi a Fátima), deixe-se levar pela viagem gustativa proposta por elas: muitos azeites, óleos, vinagres — aromatizados ou não, e elas dão ótimas sugestões de harmonização com saladas, queijos e até chás (!) —, sem falar nos licores, nos brandies, nas grappe, nos whiskies.

E o sistema de venda é perfeito também para aqueles que não cozinham muito em casa: você prova, decide o que quer, escolhe uma garrafinha de vidro (de vários tamanhos e formatos, que será cobrada à parte; por isso, traga a garrafinha de volta numa nova compra para que apenas o óleo seja cobrado), eles enchem a quantidade que você quiser. Uma vez fechada, a vendedora escreve com uma caneta especial no vidro o conteúdo do frasco. Apesar de eles não encorajarem, também dá pra fazer misturas: o azeite saborizado de laranja com o vinagre balsâmico de maçã fica uma delícia, tanto para acompanhar saladas quanto queijos. E NÃO DEIXE de levar um pouco do vinagre balsâmico Modena Di Famiglia (R$ 45,90 por 100 ml), intenso, cremoso; prazer puro.

Confira no site a enorme gama de produtos que a Vom Fass oferece.

VEJA MAIS

Sobremesa com 46 calorias

O iogurte grego Zero lançado pela Vigor, com 46 calorias, foi a melhor coisa que aconteceu nas gôndolas dos supermercados nos últimos tempos. Além da textura cremosa, a embalagem é confortável pra comer e o iogurte acaba fazendo as vezes de sobremesa. E eles acabam de lançar a versão com calda de morango. Além de ser uma delícia, eles mantiveram o mesmo número de calorias: 46! E não tem adição de açúcar. A calda de morango com pedaços de fruta bem pequenininhos fica no fundo da embalagem e sua textura da calda – mais grossa, como o iogurte – também é ótima. Aprovadíssimo.

PREÇO
No Pão de Açúcar, onde comprei, está por R$ 1,99. E se você comprar mais de quatro unidades o preço cai para R$ 1,59 por unidade.

#EsseNãoÉUmPostPatrocinado

Ver Mais →

VEJA MAIS

SIGA A SIMONDE

Interaktiv