Checklist definitivo para viagens: o antes

Antes de viajar, não se esqueça de deixar o sistema operacional do seu telefone atualizado na última versão para que os chips das operadoras do destino funcionem perfeita e imediatamente

Viajar é um dos grandes prazeres da vida. Mas, também pode ser fonte de uma série de problemas (saúde, tempo, desastres naturais, greves de transporte e companhias aéreas, crimes e roubos, perda de documentos, companheiros de viagem problemáticos). Por isso, cuide daquelas variáveis que estão sob seu controle e viaje de forma organizada e tranquila seguindo a nossa lista definitiva de tarefas pré-viagem.

E vamos começar nossos preparativos com três meses de antecedência:
3 meses antes: PESQUISA DE RESTAURANTES E ATRAÇÕES QUE EXIGEM RESERVAS ANTECIPADAS
— Se você gosta de frequentar os grandes restaurantes de Nova York ou Paris é hora de fazer sua pesquisa e fechar a lista de restaurantes onde você quer comer, e já se informar sobre a política de reservas de cada endereço. Tem restaurantes que abre a agenda com dois meses de antecedência, outros com 28 dias. E, sendo muito concorridos (gente do mundo TODO quer ir aos mesmos lugares), já coloque na agenda o dia e a hora que você deve começar as suas ligações. Se você já tiver reservado o hotel, pode pedir para o concierge  te ajudar. A mesma regra vale para concertos, shows, balés, óperas, peças de teatro e musicais.

3 meses antes: A SAÚDE ESTÁ EM DIA?
— Fazer um check-up  anual e ir ao dentista algum tempo antes da viagem é sempre importante. Um mal-estar ou dor de dente tem o poder de tirar o brilho de qualquer  passeio, por mais deslumbrante que seja o lugar onde você esteja.

3 meses antes: PASSAPORTE E VISTOS VÁLIDOS?
— Não se esqueça de conferir a validade do passaporte (ou dos passaportes, caso você tenha dupla nacionalidade). A maioria dos países pede um passaporte com validade mínima de seis meses. Isso quer dizer que o seu passaporte deve ter validade de seis meses a partir do ÚLTIMO DIA DA SUA VIAGEM, ou seja, não na chegada mas quando você estiver VOLTANDO PARA O BRASIL. Amealhar todos os documentos necessários é sempre daquelas etapas que exigem paciência se você não for muito organizado. Por isso, quanto antes, mais tranquilo você fica. O passaporte brasileiro, na sede da Polícia Federal, entre agendar a entrevista pela internet  e retirar o documento lá, tem tido um prazo de, no máximo, 15 dias. Em sete dias, eu também renovei o meu passaporte japonês, no consulado do Japão em São Paulo.

É sempre bom confirmar e reconfirmar se o seu destino exige visto, incluindo visto de trânsito se você fizer uma conexão em solo norte-americano ou em Dubai (caso você queira sair do aeroporto entre um voo e outro). Para saber como tirar o visto para os Estados Unidos, passo a passo, clique aqui.

30 dias antes: TEM ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO OU PLANTAS EM CASA?
— Se você tem animal de estimação ou plantas que precisam de cuidado diário, monte o esquema de cuidados: vai deixá-los em algum hotelzinho (períodos de festas, os melhores ficam bastante concorridos)? Um vizinho vai vir alimentá-los/regá-las?

30 dias antes: AS MALAS ESTÃO PERFEITAS?
Verifique se as malas e bolsas que você pretende levar estão em ordem. Rodinhas rolando como nuvens? Fechaduras abrindo, fechando, trancando direito? Chaves encontradas? Nenhum defeito? Se elas não estiverem perfeitas, essa é a hora de mandá-las para a manutenção para que elas fiquem prontas antes da viagem.

15 dias antes: O LIMITE DE PESO DE BAGAGEM NEM SEMPRE É O MESMO
Cheque com a(s) companhia(s) aérea(s) o limite de peso de cada trecho e quanto custa o excesso de bagagem, especialmente se fizer vários voos, entre internacionais e domésticos. A cobrança pode ser por quilo ou por peça de bagagem (e, dependendo da companhia, você vai pagar a MESMA COISA por dois ou 23 quilos a mais, o que pode ser ótimo se você gostar de comprar livros como eu). Aqui no Brasil, a gente ainda tem essa enorme vantagem, mesmo viajando em econômica (para passagens emitidas no país em viagens começando por aeroporto brasileiro), de poder levar duas malas com até 32 kg cada (três malas de até 32 kg na executiva): não existe isso lá fora. No exterior, em voos curtos ou mesmo internacionais, o limite é de apenas UMA mala com até 23 kg na econômica.

15 dias antes: MORA SOZINHO E NÃO TEM EMPREGADA?
— Faça uma cópia da chave da sua casa e deixe com uma pessoa de confiança. Pode estourar um cano no prédio e inundar seu apartamento ou pode acontecer algum problema que precise ser resolvido dentro da residência. Informe o zelador ou seus vizinhos o número de telefone dessa pessoa, para que ela possa ser encontrada em caso de problema. Ah, não se esqueça de deixar com ela informações sobre o seu itinerário e os telefones dos hotéis (tudo bem que hoje, com as redes sociais, todo mundo é facilmente encontrado).

7 dias antes: COMPRA DE MOEDA ESTRANGEIRA
— Não deixe para a última hora. Por mais que você vá usar principalmente o cartão de crédito, sempre leve moeda em espécie para gorjetas, táxis e outras pequenas despesas na chegada (as casas de câmbio do aeroporto de destino podem estar fechadas). Ah, sempre leve reais também. Para a volta. Confira o nosso guia definitivo de como comprar moeda estrangeira, clicando aqui. 

7 dias antes: CÓPIA DOS DOCUMENTOS
Faça cópia colorida da primeira página do seu passaporte e leve seu RG ou sua carteira de motorista do Brasil. Eu nunca ando com meu passaporte (perder ou ter o passaporte furtado durante uma viagem é sempre uma dor de cabeça; sempre deixo o meu no cofre ou trancado na mala), mas tem gente que anda com ele para conseguir os taxfree  nas lojas.

7 dias antes: VIAJANDO COM MENOR?
— Se você estiver viajando com um menor desacompanhado, hora de providenciar a autorização com o Juizado de Menores. Confira aqui o documento da Polícia Federal sobre o assunto, com o modelo do formulário (PDF).

7 dias antes: VACINAS
— Se o destino exigir (mais de 120 países exigem a vacina contra a febre amarela, por exemplo), hora de tomar a vacina já que ela demora alguns dias para fazer efeito e o destino exige o documento, o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia, com data. Para ver se o país para o qual você vai faz essa exigência, confira esse documento da World Health Organization clicando aqui (e faça uma busca na página para encontrar o nome do país).

7 dias antes: DEIXE A MALA ABERTA
— Abra a mala e já comece a colocar algumas coisas que você não esteja usando.

7 dias antes: FARMÁCIA E NÉCSSAIRE
Remédios e itens de higiene e beleza são essenciais numa viagem. É sempre bom ter um remédio anestesiante para aftas (uma afta pode destruir a degustação de um jantar), olhos, nariz e mãos ressecados são extremamente desconfortáveis no voo e no inverno, por isso, vá à farmácia e já compre todos os produtos e remédios que precisa levar. Assim, sem pressa e já deixe as nécessaires  prontas (sempre levo duas, uma para despachar e outra na bagagem de mão). Acredite: nécessaires  prontas e completas diminuem MUITO a ansiedade da correria dos dias que antecedem a viagem. Para os voos internacionais, a quantidade de líquidos, cremes, géis e aerosol que você pode levar na cabine do avião na bagagem de mão é limitada e você deve acomodar todos os itens em saquinhos plásticos transparentes do modelo zip-lock  para apresentar à segurança do aeroporto. Tenha alguns saquinhos em casa (você encontra em lojas como a Multicoisas), ou já compre uma nécessaire  de plástico transparente para usar por mais tempo, em vez de ficar jogando plástico no lixo.

7 dias antes: BACKUP  COMPLETO
— Se você for levar seu computador com todos os seus dados, suas fotos, ou seja, com sua VIDA nele, faça um backup  COMPLETO em um HD externo para deixar em casa. O seu computador pode cair, pode sumir, pode ser roubado. Faça o grosso hoje, que pode demorar algumas horas, e um backup  final um dia antes de viajar.

5 dias antes: COMO ESTÁ O CLIMA NO DESTINO?
— Hora de pensar sobre a estação do ano no destino (enquanto aqui é verão, no Hemisfério Norte é inverno; enquanto aqui é inverno, no Caribe é sempre verão, mas pode ter uma temporada de chuvas) e entrar no weather.com para saber como está a previsão do tempo para a(s) próxima(s) semanas, o que vai te ajudar na hora de arrumar a mala. (No site, vá no botão Settings e troque a configuração de Fahrenheit para Celsius.)

5 dias antes: SEGURO VIAGEM, É PRECISO CONTRATAR UM?
— Para entrar na Europa, nos países assinantes do Tratado de Schengen, é obrigatório que você tenha um seguro cuja cobertura mínima seja de 30 mil euros. Se você comprar a sua passagem com seu cartão de crédito (mesmo se você tirou a passagem usando pontos de milhagem e pagou apenas a taxa de embarque com o cartão), as bandeiras de cartões de crédito já oferecem ao cliente o seguro viagem no destino. É só ligar na central (não do banco emissor do cartão, mas na central de atendimento da bandeira, Visa, Mastercard), informar os dados e eles já te mandam imediatamente por email  o contrato do seguro. Basta imprimir e levar junto com você para apresentar na imigração. É bem prático e rápido. MASSSS… O funcionamento dos seguros de cartão de crédito é BEM diferente dos seguros tradicionais que oferecem uma assistência mais completa aos passageiros durante a viagem (o seguro do cartão de crédito, por exemplo, apenas reembolsa as suas despesas de saúde, que são sempre caríssimas). Ou seja, caso alguma coisa aconteça, na modalidade seguro-cartão-de-crédito  você terá de pagar tudo e só depois correr atrás do reembolso, que é BEM burocrático. Por isso, ainda prefiro pagar por uma assistência viagem mais completa e viajar mais tranquilo.

3 dias antes: ATUALIZE O SOFTWARE  DO SEU iPHONE
— Para os usuários de celular no Brasil usar o serviço de roaming  no exterior é extremamente caro. Por isso, a melhor opção é já chegar ao aeroporto ou estação de trem e comprar um chip  de operadora local para usar a rede de dados (internet ) através do seu celular. Mas é importante que o software  do seu telefone esteja atualizado na última versão, para que você já coloque o chip  e o celular comece a funcionar imediatamente. Verifique se existe uma nova versão do sistema operacional do seu telefone disponível e o atualize antes de sair do Brasil. Se estiver desatualizado, é provável que o chip do país do destino não funcione e você não terá conexão rápida para atualizar o sistema — sempre pesado — ali na hora, no balcão da loja.

3 dias antes: DESBLOQUEIE OS CARTÕES DE CRÉDITO
— Para conseguir usar o seu cartão de crédito no exterior, é preciso informar o banco para quais países você vai e as datas exatas da sua viagem (em alguns bancos, você pode fazer o desbloqueio pelo próprio internet banking ). Se você não fizer isso, suas compras não serão aprovadas e o seu cartão será bloqueado por suspeita de fraude. Ah, leve os telefones dos bancos e cartões de crédito anotados para o caso de você precisar entrar em contato com eles durante a viagem.

2 dias antes: AGENDE O CARRO PARA O AEROPORTO
— Pode ser aquele taxista amigo do bairro ou deixar para pedir na hora via aplicativos.

2 dias antes: SUSPENSÃO DE SERVIÇOS CONTÍNUOS
— Ligue para o jornal que você assina e para academia, e suspenda o serviço durante o período em que você estiver viajando. Dessa forma, você consegue estender os contratos.

1 dia antes: MENSAGENS AUTOMÁTICAS DE VOZ E EMAIL
— Mude a mensagem de voz na secretária eletrônica do telefone do trabalho e programe a resposta automática do seu email  profissional para comunicar o período que você estará sem acesso ao email. Isso é cada vez mais raro, mas ainda possível para alguns profissionais.

1 dia antes: CONFIRME A PASSAGEM
Abra seu email  e confira com calma TODOS os dados da passagem: data (cuidado para voos que saem dia 15 à 0h15 para não confundir a data real: você acha que sai no dia 15 à meia-noite, mas na verdade o voo saiu na noite do dia 14 para o dia 15), aeroporto (tem gente distraída que chega num aeroporto mas o voo sai de outro e tchau-voo-olá-multas-e-pagamento-de-diferença-grande-de-tarifa  caso seja um bilhete na econômica) e terminal (informação importante principalmente em aeroportos muito grandes, quando para ir de um terminal a outro você precisa pegar até um trenzinho; errar o terminal pode ser fatal).

1 dia antes: CHECK-IN
Faça o check-in  pela internet ou baixe o aplicativo da sua companhia aérea no celular, selecione a sua poltrona, imprima ou faça um print  da tela e vá para o aeroporto mais tranquilo com menos risco de não conseguir embarcar por overbooking.

E chegou o dia:

NO DIA: CONFIRA O AEROPORTO E O TERMINAL
De novo.

NO DIA: SAIA COM ANTECEDÊNCIA
— Se o voo for internacional, aqui ou lá, saia de casa ou do hotel quatro horas antes do horário da decolagem (o que na volta sempre é um problema: a gente sempre quer aproveitar o destino mais um pouquinho — e a gente sempre acha que dá tempo) e três horas antes, se o voo for curto ou doméstico, principalmente se você estiver partindo de aeroportos longes e/ou enormes com terminais distantes entre si (em Heathrow, você pode até precisar pegar um trem para chegar ao portão!). Porque imprevistos sempre podem acontecer: um acidente nas avenidas principais, trânsito atípico, o carro quebrar, alguma greve de que você não esteja a par bloqueando as vias. Chegue com antecedência ao aeroporto para ter tempo de ir até o seu terminal (caso tenha chegado ao terminal errado), despachar a mala com tranquilidade (os balcões das companhias abrem o check-in  com 2 ou 3 horas de antecedência), passar pela segurança e pela imigração (que pode estar com filas enormes), tomar um café ou drinque, ler, aproveitar a sala VIP (se ela não estiver muito lotada) e embarcar.  Com calma. Em aeroportos médios, o check-in  para despachar a bagagem em voos domésticos pode fechar com 30 a 50 minutos de antecedência ao voo. E uma vez que o check-in tenha fechado, não adianta insistir mesmo sabendo que o avião ainda está lá. Outra coisa: com as novas políticas de tarifas de passagem, perder um voo sempre vai te custar uma pequena fortuna entre multa e compra de uma nova passagem, com uma tarifa não-promocional. E lembre-se: o luxo de se sentir tranquilo é sempre muito primeira classe.

NO DIA: NA SALA DE EMBARQUE
— Chegue à sala de embarque antes do horário escrito na passagem. E importante: fique atento às mudanças de portão (aparecem nos painéis luminosos) principalmente em aeroportos onde você talvez não consiga entender o idioma anunciado nos altos falantes.

E faça uma ótima viagem!
checklist-definitivo-viagens-antes-600

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com