Como saber que o seu iPhone vai funcionar com o chip no exterior

Apesar de eles serem iguais por fora, diferentes configurações internas podem fazer com que o seu iPhone não fucione em alguns país no exterior.

A primeira coisa que faço quando chego a uma cidade no exterior é passar na loja de uma operadora de celular — na própria estação de trem ou aeroporto — e comprar um chip  local para ter acesso ao telefone (ótimo para confirmar as reservas dos restaurantes) e à rede de dados 4G (para usar os aplicativos de viagem, o imprescindível Google Maps ou para postar no Instagram ou no Snapchat). (Tem bancas e quiosques que vendem os SIM cards, mas eu prefiro uma loja que tenha atendentes que entendam sobre o assunto caso haja algum problema; eles mesmo instalam, configuram se necessário, e eu já saio com o telefone funcionando; nas bancas, os caras não entendem nada e só sabem te dar o chip  e pegar o dinheiro).

E a questão é que nem todos aparelhos da Apple estão habilitados para funcionar no mundo todo. Eu tenho um iPhone 6 que comprei “desbloqueado” e que sempre havia funcionado com chips no exterior e fiquei surpreso quando cheguei em Milão em abril deste ano, comprei o chip e ele não funcionou. Achei que era erro do atendente, fui a outra loja e nada. Só depois me lembrei de que eu não estava com o mesmo aparelho. A minha tela tinha quebrado uns meses antes, acabei mandando o aparelho para a Apple e eles me deram um outro. E foi aí que ocorreu o problema. Apesar de o modelo ser um só (iPhone 6, iPhone 6s, iPhone 6s Plus), os números dos modelos são diferentes (por exemplo, A1549 e A1586 para o iPhone 6) sendo que o A1549 só funciona nos Estados Unidos e América Latina e o A1586 funciona nos Estados Unidos e resto mundo. Ou seja, se o modelo do seu telefone for o A1549, ele não vai funcionar com um chip europeu, africano ou asiático. (Você descobre o número do modelo do seu iPhone no verso do aparelho naquelas letrinhas minúsculas onde fica também o IMEI.)

Mas a boa notícia é que é super simples de se resolver. Basta você ligar no suporte da Apple, provavelmente você vai ser direcionado para o suporte sênior, eles vão abrir uma solicitação e a troca da “política” (é assim que eles chamam) vai ser feita pelo próprio sistema deles. Eles vão te pedir um dia útil e vão te enviar um email  pedindo para reiniciar o telefone. Foi só isso o que eu precisei fazer para poder usar novamente um chip local na minha última viagem à França.

Já nos modelos iPhone 6s, isso não acontece pois o A1688 e o A1687 (para o iPhone 6s Plus, respectivamente) já cobrem tanto Américas (incluindo Brasil) como Ásia, Europa, África e Oceania. {Para acessar a lista completa de modelos e países habilitados, clique aqui.} E se você tiver aparelhos de outras marcas, é sempre bom consultar as frequências que ele opera para ter a certeza de que ele vai funcionar no país para o qual você está viajando.

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com