Eurostar, um guia completo (e por que você deve chegar cedo à estação)

Desde 2015, metade da frota de trens da Eurostar foi renovada com os modelos 374 Eurostar e320, instalados com wi-fi e entretenimento de bordo. Mas, infelizmente, na hora de compra a passagem, não dá para saber se você vai viajar no trem novo ou no trem antigo.

Sair do centro  de Londres e chegar ao centro  de Paris em exatas duas horas e dezesseis minutos, sem ter de se deslocar um monte na ida e na chegada (os aeroportos ficam afastados das cidades); sem ter de lidar com todos os desafios dos aeroportos (segurança, longas caminhadas até o portão, esperar as malas na esteira); sem ter de se preocupar com o peso da mala (nos voos intra-europa a franquia de bagagem é de 1 mala com 23 kg e nos trens você pode levar até duas malas, sem limite de peso, desde que o lado maior não meça mais que 85 centímetros e que você consiga entrar e sair do trem carregando-as); poder levar garrafas de vinho consigo e ainda emitir 80% menos dióxido de carbono na natureza, já fazem com que, há mais de vinte anos, a melhor forma de se viajar entre Londres e Paris seja com o trem de alta velocidade Eurostar (a velocidade máxima de operação é de 320 km/h; o TGV, o trem francês de alta velocidade, é ainda mais rápido, atingindo 380 km/h nas linhas mais novas, tendo chegado em teste a impressionantes 575 km/h). Ah, tem também o fato de que as chances dos trens atrasarem são bem menores que as dos aviões.

São 27 trens fazendo mais de 20 saídas diárias — tanto da estação de St. Pancras, em Londres, quanto da Gare du Nord, em Paris — o trajeto com e sem paradas (a viagem com duas paradas dura quinze minutos a mais, ou seja, 2h30), passando pelo Eurotunnel, o túnel de 50 quilômetros de extensão — dos quais 38 quilômetros passam por baixo do mar; o mais longo do mundo — que liga a ilha da Grã-Bretanha ao continente europeu. Os primeiros trens partem por volta das 6h da manhã e os últimos, às 20h30.

AS CLASSES E ONDE COMPRAR A SUA PASSAGEM

São três os níveis de tarifa: a 1. Standard (de € 78 a € 419, Londres – Paris, ida e volta), que é a nomenclatura usada pela empresa para a Segunda Classe, que quase sempre oferece ótimas tarifas promocionais (configuração 2 – 2); a 2. Standard Premier (de € 190 a € 499, ida e volta), que usa as mesmas poltronas da Business  (configuração 1 – 2) e tem serviço de bordo no assento; tipo Premium Economy; e a 3. Business Premier (€ 620, ida e volta), que dá acesso às salas VIP, refeição com três etapas servida no assento, check-in  rápido e fast-track  (você pode fazer o seu check-in  com até 10 minutos antes do horário de partida do trem, enquanto nas outras opções a exigência é de, no mínimo, 30 minutos). E você pode comprar o seu bilhete acessando tanto o site do Eurostar (em inglês ou francês, clicando aqui) quanto do RailEurope, uma empresa que representa todas as companhias de trem da Europa e que tem site em português. É sempre bom dar uma olhada nos dois endereços pois pode haver diferença de preço. Você compra (é preciso fazer o cadastro no ato da compra) e imprime o seu bilhete em casa, ou então baixa o aplicativo do Eurostar e usa o bilhete mobile. Tem a opção de retirar a passagem na estação também.

TRENS NOVOS E TRENS ANTIGOS

eurostar-londres-paris-trem-1200-1Os trens na Europa são sempre sujos (mesmo as Primeiras Classes) e eu não entendo por que fazer tudo de carpete e tecidos aveludados, que vão se desgastando com o tempo, sem a necessária limpeza e manutenção (eu só fico pensando nos ácaros acumulados ao longo dos anos). Por isso, quando a gente fica sabendo que há trens novinhos em folha (foto acima), a vontade é de só viajar com eles. Mas, dos 27 trens operados pela Eurostar apenas 17 foram entregues em 2015 (o 374 Eurostar e320), que agora têm wi-fi  (tudo bem, tem várias áreas onde o sinal desaparece), são maiores (894 assentos contra os 750 dos antigos), mais rápidos, mais sustentáveis e o design  interior é assinado pelo estúdio italiano Pininfarina; os outros dez são de 1998 (o 373 Eurostar e300). Infelizmente, na hora da compra da passagem não dá para saber em qual trem você vai viajar, se no novo ou no antigo. A boa notícia é que eles estão reformando os 373, mas vai demorar um pouco para que todos fiquem lindos…

CHEGUE COM ANTECEDÊNCIA

Como o Reino Unido não faz parte do Tratado de Schengen, você vai ter de passar pelo raio-X e por DOIS controles de passaporte antes de ir para a plataforma: pela polícia local e pela polícia do país para onde você está indo. Se nos aeroportos o controle de passaportes é feito depois da viagem, quando você desembarca, no Eurostar ele é feito antes de você entrar no trem, para que você já fique livre no fim da viagem (é só sair do trem e ir embora). Por isso, é importante chegar cedo (principalmente, se você for retirar as passagens na bilheteria; pode ter uma fila). Uma hora de antecedência, caso você esteja na Standard ou 30 minutos se o bilhete for Business Premier. O check-in  fecha 30 minutos antes do horário de partida do trem. Já para os passageiros da Business Premier, 10 minutos antes. E lembre-se que em Paris, sempre tem greve, manifestação, e você pode ficar preso no trânsito. Por isso, para viajar tranquilo, sem ter de sair correndo com as malas pela plataforma, e aproveitar a sala VIP (em St. Pancras tem ainda um ótimo Champagne Bar), chegue com antecedência.

FRANQUIA DE BAGAGEM

Cada passageiro pode levar duas malas e uma bolsa de mão. O lado maior da mala não pode ultrapassar os 85 cm e não há limite de peso. Mas é claro que você não vai levar duas malas e muito pesadas. Não se esqueça de que quem tem de colocar, tirar e acomodar as malas no trem é você mesmo  (e os compartimentos de malas quase sempre estão cheios; mais um motivo para chegar cedo e ser o primeiro a embarcar).

MARSEILLE NO VERÃO E COURCHEVEL NO INVERNO

Durante o inverno o Eurostar viaja do Tâmisa para o Mediterrâneo apenas duas vezes por semana, até Marseille, na Provence (passando por Lille, Lyon e Avignon; o trem só passa por Paris, mas não para); na primavera, sobe para três frequências; e, no verão europeu (julho a setembro), são cinco dias por semana, com exceção de terças e quartas, numa viagem que dura 6h15 até Marseille. De meados de dezembro a começo de abril, você pode ir de Londres a Bourg-St.-Maurice passando por Moûtiers (estação de trem a 25 km de Courchevel; clique aqui para o nosso guia completo de uma das mais sofisticadas estações de esqui do mundo). Tem trens diretos que saem às sextas à noite e sábados de manhã. E, além das duas malas, você pode levar seus esquis e seu snowboard  com você dentro do trem (fora da temporada, os esquis equivalem a uma das malas da sua franquia de bagagem). Descendo em Moûtiers, além de Courchevel, você estará próximo das estações de esqui de Méribel, Val Thorens, La Tania, Les Menuires; descendo em Bourg-St.-Maurice, de Val d’Isère.

eurostar-londres-paris-trem-1200-2As poltronas Standard Premier e as Business Premier são as mesmas; o que muda são os serviços: acesso à sala VIP, fast-track, passagens remarcáveis, refeição de três etapas servida na poltrona. Imagem: Divulgação

eurostar-londres-paris-trem-1200-4O vagão-bar para os passageiros da classe Standard. Imagem: Nicholas Hair

eurostar-londres-paris-trem-1200-3Os primeiros trens Eurostar 373 e300, que estão sendo reformados com o novo design. Imagem: Reprodução

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com