Terroir brasileiro, modas e a gastronomia italiana

Agora a moda é dizer que ‘o terroir brasileiro é a Amazônia’. Ora, eu faço culinária italiana, como vou usar o terroir brasileiro? E tem outra coisa: a Amazônia fica a cinco horas de voo do Rio. Algumas horas a mais e você chega à Itália.” Frase provocadora de Rogério Fasano em entrevista à Revista Gula deste mês. Quem conhece as casas do Grupo Fasano sabe que o restaurateur  (que administra hoje quatro hotéis e 16 restaurantes) é avesso a modernidades e invencionices de qualquer natureza (e é por isso que a gente adora). “Sempre pode-se fazer as coisas de maneira mais atual, contemporânea, leve. Mas sem a necessidades de cair em modismos. E isso vale para a cozinha, para a música, para a vida.

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com