Shin Zushi, dos melhores japoneses, o mais tradicional

Rua Afonso de Freitas 169

travessa da Rua Cubatão, mas como é contramão, tem de fazer um quadradinho e descer a Afonso de Freitas pela Eliseu Guilherme

Paraíso

Metrô Paraíso

Linha Verde

55 11 / 3889-8700

Se for com família e/ou amigos, ou quiser comer no balcão com o Ken, tem de fazer reserva.

Preço aproximado por pessoa: R$ 380, considerando menu-degustação a R$ 280,00 + um masu de sake R$ 60,00 + serviço 10% (R$ 34) = R$ 374.

Aceita todos os cartões de crédito.

Segundas:

Fecha

Terça a sábado:

Almoço, das 11h30 às 14h

Jantar, das 18h à 22h30

Domingos e feriados:

Das 18h às 22h

70 lugares no salão; 17 lugares no balcão

Estacionamento com manobrista gratuito.

Chef Ken Mizumoto

Desde 1981


Ver SaoPaulo_Simonde num mapa maior

Amo a gritaria do Shin Zushi (o pessoal no balcão pede alguma coisa e todas as garçonetes — até as brasileiras — gritam haaaaaai ). Da família Mizumoto (já na segunda geração), com o Ken no balcão e a Miyukisan, sua mãe, no gerenciamento do salão, o restaurante é um japonês tradicional (no atendimento, na decoração, na clientela majoritariamente japonesa) e sem firulas. Meu pai, que é japonês “importado”, não se sente bem em restaurantes como o Jun Sakamoto e o Kinoshita porque só tem brasileiro, os brasileiros só pedem salmão (no Japão, eles não comem o salmão em sushi  e sashimi, só grelhado) e ele fica bravo quando ele fala nihongo  com o garçom e o garçom não entende.

Se for a sua primeira vez na casa, experimente pedir o omakase (menu-degustação em japonês, que custa R$ 280), em que um itamae-san  (uma hierarquia acima do sushiman ) cuida de você início ao fim da refeição. O omakase à la kappo sempre começa com sashimi, e logo em seguida começam a vir pratinhos mais elaborados com peixe cru. Depois, vêm os pratos quentes (incluindo chawanmushi, um tipo de pudim salgado de ovos, levíssimo, de sabor bem suave e que leva pedaços de camarão, frango, cogumelo e kamaboko; yakimono, que é um peixe assado – sempre incrível –; e tempura) e a refeição termina com uma sequência de sushi, temaki  e sobremesa (só não espere ocidentais, cheios de açúcar). O bom de pedir o omakase  é que eles te servem o que tem de melhor no dia. Sejam cogumelos recém-colhidos ou toro  da melhor qualidade. É só pedir e relaxar.

Mas, combine com seu itamae  mais ou menos quanto tempo você quer que a refeição dure ou vá sem pressa. Uma vez perdi uma sessão de cinema porque o nosso itamae  ficou mais tempo conversando do que preparando os nossos pratos; ficamos quase três horas e meia sentados quando nossa refeição transcorreria muito bem em duas horas…

Se preferir pedir à la carte  e comer ótimos sushi  ou tempura  ou  ramen, o Shin Zushi também é o lugar. Tudo aqui é feito com os melhores ingredientes e do jeito certo; e o arroz do sushi, o shari, é impecável. Se você gosta de ovas de salmão, não deixe de pedir um temaki  de ikura. Não está no cardápio, custa R$ 45, mas vai valer cada centavo. Para comer bem e gastar menos, venha no almoço: por R$ 42 (e eles não cobram serviço no almoço!), você pede um higawari bentoo, tipo um prato do dia (mas que vem sempre várias porções, incluindo a sobremesa), de opção única, que muda de segunda a sexta. É o melhor custo-benefício da cidade.

Só um detalhe: a não ser que você tenha pedido o omakase, eles não servem pratos quentes no balcão. E, se você se sentar ao balcão (sempre O MELHOR lugar, mas reserve antes porque é concorrido), é sempre bom levar uma blusa por causa do ar-condicionado que mantém a temperatura de onde eles preparam o sushi. O frescor demasiado, às vezes, prejudica o conforto.

shinzushi-saopaulo-restaurante-japones-1Sushi de camarão (ebi), com uma folhinha de shisso entre o camarão e o shari. Imagem: Shoichi Iwashita shinzushi-saopaulo-restaurante-japones-2Sorvete de matcha  (o pó bem verde  do chá verde) feito in-da-house. Nada doce e muito saboroso, como todos os doces japoneses. Eles ainda fazem sorvete de goma  (gergelim), shooga  (gengibre) e kinako  (soja). Imagem: Shoichi Iwashita


Ver SaoPaulo_Simonde num mapa maior

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com