The Spa do Renaissance: Com produtos orgânicos e a uma quadra da Paulista, tem tudo para muitas horas de saúde e bem-estar

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

Além da questão do uso de água no processo de fabricação, da crueldade com os animais e do descarte de lixos tóxicos que destroem a natureza, estamos todos os dias sendo envenenados, fora e dentro de casa, com a poluição do ar, os agrotóxicos nos alimentos, os parabenos nos cosméticos (de aparentemente  indefesos shampoos a hidratantes), os derivados de petróleo nos produtos de limpeza, os remédios… Ter um jantar saboroso em um restaurante cujos ingredientes utilizados estão cheios de hormônios e agrotóxicos — são mais baratos, né? — sempre tira um pouco o brilho do jantar. E, conforme aumenta a nossa consciência sobre assunto, o mesmo acontece quando o assunto é beleza. Quais são os cremes e óleos que spas e clínicas de estéticas aplicam; produtos que nós, relaxados, quase nunca vemos?

E, a uma quadra da Avenida Paulista e do metrô Consolação, o The Spa, o espaço de beleza e bem-estar renovado do hotel Renaissance — para nós da Simonde, o hotel mais bem localizado da cidade; saiba por que clicando aqui —, vem com essa proposta. Além de só utilizar produtos naturais e livres de testes em animais nos tratamentos, eles Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


São Paulo, o melhor bairro e os melhores hotéis para ficar

Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 305 Notice: Undefined variable: site in /var/www/wp-content/plugins/adrotate-pro/adrotate-output.php on line 398

São Paulo é a megalópole carente de bons hotéis bem localizados. Não dá para entender por que a maior e mais rica cidade da América do Sul, que movimenta bilhões de reais em turismo de negócios, Fórmula 1, shows  e grandes eventos, não conseguiu manter seus hotéis históricos — como o Rio tem o Copacabana Palace — nem atrair redes de hotéis de luxo como Mandarin Oriental, Ritz Carlton, Four Seasons, Park Hyatt (diferentemente de nossas vizinhas Buenos Aires e Santiago). Aí, das melhores opções da capital paulista restam hotéis que não têm piscina (geralmente jacuzzi  cobertas ou cheias de sombra; alguém avisa que estamos no Brasil, país de sol abundante, e que mesmo viajantes de negócios apreciam uma piscina num dia quente?), nem banheiras em quartos cujas diárias custam R$ 3 mil, a não ser que você pague por um quarto superior (nada simpático, né?). {Quer saber o que é o hotel perfeito para a Simonde? Clique aqui e conheça o nosso manifesto.}

ONDE FICAM AS COISAS LEGAIS DA CIDADE?

Assim como Paris tem aquela linha imaginária que começa na Bastilha e vai até o Arco do Triunfo (mas vai além, até La Défense), passando pelo Marais, Louvre, Place de la Concorde, Champs-Elysées, que concentra grande parte das coisas mais incríveis da cidade, São Paulo tem um eixo — as avenidas Consolação e Rebouças — que liga o Centro a Pinheiros passando Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


SIGA A SIMONDE

Interaktiv