Wallace Collection, o melhor da arte clássica em ambientes luxuosos

Manchester Square

entre Manchester Street e Spanish Place

Marylebone

Metrô Bond Street

(Linhas Vermelha-Central e Cinza-Jubilee)

44 (0) 20 / 7563-9500

Preço: grátis

Segunda a domingo:

Das 10h às 17h

Abre todos os feriados no mesmo horário e só fecha nos dias 24, 25 e 26 de dezembro

Desde 1900

Site, clique aqui

Twitter, clique aqui

Instagram, clique aqui

Para quem ama arte, artes decorativas e beleza — ou apenas quiser ter a dimensão de como era uma mansão de nobres de séculos passados por dentro —, visitar a Wallace Collection é um dos passeios mais incríveis de Londres (e é gratuito; você só paga pelo audioguide, £ 4). A Hertford House, a construção mais imponente em volta da praça-jardim-privado Manchester Square, abriga uma coleção que levou 200 anos para ser construída e envolveu cinco gerações de uma mesma família — quatro marqueses (Hertford) e um Sir  (Richard Wallace) — que foi doada para o estado inglês e inaugurada ao público em 1900 pelo Prince of Wales da época, HRH The Prince Edward VII. É um sucesso desde então (na quinta temporada de Downton Abbey, os empregados do Conde de Grantham visitam o museu, quando em Londres para o casamento de sua sobrinha, e a história se passa em 1928).

Essa talvez seja uma das características mais legais da Coleção Wallace: ela é exatamente a mesma desde quando abriu. Por causa de uma cláusula no contrato de doação, o governo inglês não pode comprar novas obras ou mesmo pegar obras emprestadas para exposições. Ou seja, o que você vê hoje são as mesmas obras que viram Sir  Wallace, sua família, e milhares de pessoas em todas as décadas dos séculos 20 e 21, incluindo a Daisy e Mr. Molesley (personagens de Downton Abbey).

Além da impressionante coleção de pinturas (com obras importantes de Ticiano, Rubens, Rembrandt, Hals, Poussin, Van Dyck, Velázquez), móveis (muitas peças belíssimas de Boulle), porcelanas (Sèvres, Vincennes) e armas e armaduras (alemãs, italianas, chinesas, hindus), a Wallace Collection tem uma história de família bastante intrigante: o Quarto Marquês de Hertford — que passava mais tempo em suas duas mansões em Paris que em Londres —, o mais ávido colecionador de toda a história da família (comprava numa escala tão absurda que era conhecido, entre mais de 300 colecionadores de Paris, como o maior colecionador de arte da França e da Europa), era solteiro e teve um filho bastardo, que foi seu secretário toda a vida. Já esse filho, Richard Wallace, só descobriu que seu chefe era seu pai, aos CINQUENTA E DOIS ANOS DE IDADE, quando o Marquês morreu e lhe deixou como herança toda a sua impressionante coleção de arte e alguns imóveis. Que ele, felizmente, fez questão de continuar deixando registrada antes da sua morte sua vontade de que essa coleção fosse doada para o estado e transformada em museu, o que sua esposa fez questão de cumprir assim que ele faleceu.

O AMOR ENTRE O MARQUÊS E A FRANÇA

O Quarto Marquês de Hertford era apaixonado pela França e decidiu passar grande parte de sua vida em Paris, onde conseguiu comprar não só quadros importantes de grandes pintores franceses do século 18, como Boucher, Watteau e Fragonard, como também belíssimas porcelanas, esculturas, móveis, caixinhas de ouro e outros objetos decorativos que pertenceram a nobres, reis e rainhas franceses (e também das amantes, como os de Madame de Pompadour, amante de Luís 15). E ele só conseguiu comprar tudo isso por causa da recente Revolução, que quase acabara com a nobreza na França. Toda essa coleção ficava nas suas casas em Paris, mas foi levada para Londres por Sir  Wallace, a contragosto dos franceses. Até hoje, não há outro lugar em toda a Inglaterra para se apreciar o melhor da arte francesa do século 18 que não o Wallace Collection. 

E não deixe de visitar uma das livrarias mais lindas — e uma das minhas favoritos — do mundo, a Daunt Books, a 450 metros daqui, e a loja de queijos La Fromagerie.

wallace-collection-1200-hertford-houseA Hertford House, casa da família que foi frequentada por nobres e príncipes que abriga hoje a Wallace Collection. Imagem: The Wallace Collection ©

IMG_424345São dois andares e todos os ambientes decorados por quadros, móveis e objetos da coleção. Na foto, o West Room, no primeiro andar. Imagem: The Wallace Collection ©

IMG_417445The Oval Drawing Room, também no primeiro andar. Imagem: The Wallace Collection ©

IMG_38134The Great Gallery, onde ficam as obras dos Grandes Mestres da pintura como Velázquez, Poussin, Hals, van Dyck, Rubens, Rembrandt. Imagem: The Wallace Collection ©

wallace-collection-1200-european-armouryAlém da coleção de pinturas e objetos decorativos, impressiona também a coleção de armas e armaduras da Idade Média. Imagem: The Wallace Collection ©

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com