Virtuoso: A associação de agências de turismo que oferece benefícios exclusivos para viajantes de luxo

Se o luxo é caro porque é exclusivo, raro e único, o que a Virtuoso conseguiu no mundo das viagens de luxo foi justamente conquistar uma escala global que permite oferecer a viajantes sofisticados benefícios exclusivos através de sua rede que conta com 1.000 agências, 12.500 consultores de viagem (bastante comum nos Estados Unidos) — que, juntos, faturaram US$ 23,7 bilhões em 2017 —, e quase 1.700 hotéis, cruzeiros e prestadores de serviço associados, presentes em 50 países. É o crème de la crème do turismo de luxo mundial. Pense em café da manhã para duas pessoas ao longo da estadia, upgrades  de quarto, vouchers  de US$ 150 para serem usados no restaurante ou no spa  do hotel, diárias cortesia, early check-in, traslados e tarifas exclusivas (não tudo junto, no entanto; saiba como encontrar sua agência Virtuoso ao fim da matéria).

Apesar de a tecnologia ter feito com que muitos viajantes fechem suas viagens de forma independente, sem intermediários (seja diretamente pelos sites  e aplicativos de companhias aéreas e hotéis ou através de plataformas como o Booking, o que sempre levanta a discussão sobre a função dos agentes de viagem no século 21), a dinâmica do mercado de viagens de luxo segue ainda baseada na relação de confiança entre viajantes e seus agentes de Ver Mais →

VEJA MAIS

Três lindos cruzeiros de luxo para um fim de ano mais que especial #publi

Para quem correu o ano inteiro, o fim de ano é uma época que representa a possibilidade de relaxamento, reflexão e preparação para o novo ano que começa. E, para isso, nada melhor que viajar em um cruzeiro de luxo, acordando a cada dia com uma paisagem diferente no conforto da cabine, sem precisar enfrentar estradas, trens e aeroportos lotados, e o mais importante: bastando arrumar e desfazer as malas apenas uma vez (muitas vezes contando com a ajuda de um mordomo). Hoje, você confere três saídas bastante especiais — e completamente distintas — de três companhias de cruzeiros reconhecidas pela excelência no serviço e na gastronomia (coisas que navios muito grandes simplesmente não conseguem entregar).

SEABOURN: FIM DE ANO ENTRE O VERÃO SUL-AMERICANO E O INVERNO ANTÁRTICO

seabourn-cruzeiros-cruise-qualitours-quest-viagens-de-luxo-1200-2seabourn-cruzeiros-cruise-qualitours-quest-viagens-de-luxo-1200-1Imagine viver o alto verão de Buenos Aires, Punta del Este e Santiago e o mais rigoroso inverno antártico em uma mesma e fascinante viagem. Considerada a melhor das companhias de cruzeiros de luxo, o cruzeiro da Seabourn parte no dia 20 de dezembro de 2018 de Buenos Aires, para depois seguir para Punta del Este, no Uruguai, em uma viagem de 24 dias. Aí, o navio Seabourn Quest, com apenas 229 suítes (todas com vista para o mar) e restaurante assinado pelo chef  Thomas Keller do Per Se a bordo, desce para 15 dias na Antártica, para depois subir pelo estreito de Beagle, visitar a Patagônia Ver Mais →

VEJA MAIS

Park City: Os hotéis para você aproveitar ao máximo esse destino de esqui cheio de história e personalidade

Das mais de vinte opções de hotéis — além das casas disponíveis para locação —, nesta matéria você confere as três opções de hospedagem que conhecemos em Park City, essa que é a maior estância de esqui dos Estados Unidos, com 256 quilômetros de pistas; e o melhor: repleta de história e personalidade {saiba tudo sobre Park City, clicando aqui}. Para quem vai esquiar, é preciso saber que existem duas bases de onde saem os teleféricos e telecadeiras para as montanhas: Mountain Village e Canyons Village. Nessas duas bases, você encontra não só os hotéis considerados ski-in-ski-out  da cidade, mas também as plazas, onde estão agrupadas as lojas de aluguel e escola de esqui, cafés, restaurantes, banheiros, serviços (diferentemente de Courchevel, todos os hotéis ski-in-ski-out  de Park City estão na base das montanhas e não nos percursos).

Mountain Village está praticamente no centro da cidade, a menos de um quilômetro da Main Street, e é a base perfeita para esquiadores iniciantes pois praticamente todas as pistas verdes de Park City estão acessíveis apenas daqui.Canyons Village está mais afastada — a 8 quilômetros (10 minutos de carro) da Main Street —, mas é onde se concentram os Ver Mais →

VEJA MAIS

Park City: A cidade bilionária que perdeu tudo e se tornou um dos mais interessantes – e completos – destinos de ski do mundo

Esquiar e se deparar com construções de madeira e de ferro abandonadas do século 19 no meio das montanhas (uma paisagem única entre os resorts  de esqui no mundo), imaginando que existem dois mil quilômetros de túneis subterrâneos (!) a uma profundidade de até duas vezes o tamanho do Empire State Building por baixo das pistas (!!), e se deparar com grafites de Banksy pelas ruas do centrinho histórico da cidade, são apenas algumas  das emoções que se têm em Park City, essa cidade fundada em 1884 durante a “corrida para o Oeste” graças à descoberta de enormes minas de prata (fonte de riqueza de dezenas de fortunas dos Estados Unidos; entre elas, a da família Hearst). E viajar para Park City é isso: se aventurar por 256 quilômetros de pistas, a maior área esquiável dos Estados Unidos, administradas pela Vail Resorts (a mesma de Vail, Beaver Creek, Whistler Blackcomb, e Ver Mais →

VEJA MAIS

SIGA A SIMONDE

Interaktiv