A gastronomia do Norte da Itália

Não há dúvidas de que a Itália é um país de tradições culinárias muito fortes. Mas, apesar de todas as inovações propostas por chefs  franceses, espanhóis e escandinavos nas últimas décadas, a base da gastronomia italiana continua sendo a cozinha simples da mamma, da nonna, que, sempre juntas na cozinha, passam suas receitas para as sortudas próximas gerações: completamente antiexperimental, mas saborosa, aconchegante, com aquele gostinho de casa e de família em volta da mesa. E apesar de não ser um país grande, cada região da bota  possui sua personalidade, com tradições próprias e bem definidas (talvez por que a Itália só tenha se formado como país no século 19 sendo um retalho de reinos em conflito político uns com os outros até então).

A região do Noroeste da Itália — formada principalmente pelas regiões do Piemonte, da Emilia-Romagna e da Lombardia (da qual Milão é a capital) — inspira e abastece chefs  e restaurantes de todo o mundo. Como uma de suas características principais está o predomínio da manteiga, em vez do azeite, no preparo dos pratos. Por causa do clima Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


San Marino

San Marino, microestado europeu incrustado na ItáliaJunto com o Vaticano e Mônaco, a Serenissima Repubblica di San Marino é um dos menores países do mundo e fica completamente dentro da Itália (na Emilia Romagna), entre Rimini e Florença, e, fundado em 301, é o mais antigo (micro)Estado soberano e república constitucional do mundo (sua Constituição foi promulgada em 1600). O Castelo de Guaita (foto) no topo da Rocca, um dos três mais altos cumes de San Marino, foi construído no século 11, e tem uma bela vista da região. Pra quem estiver viajando de carro pela Toscana… Imagem: Marcus Puschmann

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


SIGA A SIMONDE

Interaktiv