Four Seasons Milano: Um óasis monástico na melhor localização (a Savile Row milanesa)

A localização no Quadrilatero d’Oro de Milão em uma ruazinha estreita e intimista (mas no meio de todas as marcas mais luxuosas da Itália e do mundo) e os amplos, lindos, escondidos e bem cuidados jardins que ocupam o pátio interno do que foi por quase trezentos anos um convento (o Santa Elisabetta funcionou aqui até 1782), fazem do Four Seasons Milano um dos mais especiais endereços para você chamar de seu na cidade (outro hotel com jardim de que a gente gosta é o Bulgari, em Brera). Aberto em 1993, depois de seis anos não só de construção e reforma mas também restauração de muitos elementos que foram sendo descobertos durante as obras — como os afrescos, os pilares e as abóbadas originais que estavam escondidos por trás de paredes de tijolos de outra reforma, só que do século 18, o que fez com que o projeto tivesse de ser inteiramente revisto —, o Four Seasons combina respeito à história, serviço cortês, elegância simples nos ambientes (com exceção dos luxuosos banheiros, seria a herança monástica?) e integração com as novas tecnologias (tudo bem, faltam tomadas Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com