Campos de lavanda na Provence: Tudo o que você precisa saber para chegar até os mais lindos

Enquanto eu dirigia com os vidros do carro abertos pela estreita estrada departamental D6, sentindo o vento e o sol do verão mediterrâneo (essa luz que encantou pintores impressionistas como Cézanne e Van Gogh), escutando as músicas da Tal Benyerzi, vendo e sentindo o suave aroma (eu achava que ia ser meio enjoativo) daqueles enormes campos de lavanda, no auge da floração, com as montanhas ao fundo, a sensação era a de que eu tinha chegado ao paraíso, a de que eu não estava mais na Terra. Em mais um dos nossos passeios pela Provence, a seguir tudo o que você precisa saber para ter a melhor experiência ao redor desta flor, cujo óleo essencial é usado há milênios na beleza e no bem-estar, e que também é usada na gastronomia (não deixe de provar o sorvete de lavanda, companheiro perfeito para enfrentar o calor provençal, o mel, ou ainda o crème brûlée à la lavande  em algum restaurante).

O AUGE DA FLORAÇÃO DOS CAMPOS DE LAVANDA SÓ ACONTECE UMA VEZ POR ANO; QUANDO VISITAR

provence-campos-de-lavanda-sault-valensole-1200-2-1As flores da lavanda (lavande fine, em francês, mais rara e selvagem, cujo óleo essencial é aproveitado na perfumaria) e do lavandim (lavandin, na foto acima, usado para produtos menos nobres como sabonetes) não florescem na primavera (de 21 de março a 21 de junho), mas sim no começo do verão europeu, mais especificamente nos últimos dias de junho até por volta de 10 de julho. Como a colheita começa por volta da metade do mês (no ano de 2016 começou no dia 15 de julho, mas a data de início depende da meteorologia, da Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com