Evvai: Pupilo de Salvatore Loi, chef Luiz Filipe entrega a mesma elegância de uma gastronomia italiana autoral (e com preços mais convidativos)

O chef  Luiz Filipe Souza nem chegou aos 30 anos de idade, mas experiência (relevante)  na gastronomia italiana não lhe falta. Ele foi pupilo de Salvatore Loi por oito anos, passando pela cozinha do restaurante Fasano, e depois nas incursões individuais do chef  no Girarrosto (fechado), no Loi Ristorantino (hoje só “Ristorantino”) e no Salvatore Loi, na Rua Joaquim Antunes, espaço que Luiz Filipe assumiu quando Loi deixou a sociedade para abrir o Mondo, e que hoje é o Evvai: seu primeiro e já bem sucedido voo solo. Se a versão renovada do endereço manteve o nível da elegância, do serviço e da cozinha — que está cada vez mais consistente —, a grande — e bem-vinda — diferença entre o antes e o depois está nos preços mais convidativos (pense em um menu-degustação de sete etapas que custa R$ 195), o que faz com que o Evvai seja excelente opção para um jantar gastronômico por Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Factorio: Misto de bar, café e restaurante onde você pode tomar café da manhã delicioso o dia todo

Sendo um notívago que não consegue comer comida ao acordar tarde (preciso do pão-queijo-fruta-café, mesmo às duas da tarde), quando descubro um desses raros lugares que servem bom café da manhã o dia todo, ele já ganha meu coração (com pessoas cruzando fusos horários com cada vez mais frequência, não vejo com simpatia tantos hotéis ainda servindo o café da manhã só até às 10h30, sem oferecer opções para o hóspede depois desse horário, que acaba tendo de ir para a rua). Se o lugar ainda for confortável; servir café bem tirado e com ótimos grãos (nem Nespresso nem Três Corações por aqui); produzir seus próprios pães e sorvetes e granolas; tiver wi-fi, água gratuita (com ou sem gás!), manobrista na porta e várias opções veganas e vegetarianas; e ainda tiver como dono o mais belo e estiloso restaurateur  da cidade (o nome dele é Renato Calixto), é quase um coup de coeur. O Factorio (fala-se “Factório”), esse misto de café, restaurante e bar (sim, dá também para tomar um gin tônica às 8h), e sempre aberto o dia todo (incluindo feriados), ocupa o espaço do que era Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Atômica, o filme: Lorraine Broughton é a nossa agente secreto do século 21

Se, desde 1956, a bebida de James Bond é o dry martini — do “shaken, not stirred”  ao Vesper —, Lorraine Broughton (guarde esse nome), a agente lésbica do MI6, o Serviço Secreto de Inteligência Internacional do Reino Unido, só bebe vodca Stolichnaya on the rocks  e fuma (muito, o filme todo). E a Atomic Blonde (o filme em português ganhou o nome Atômica), interpretada pela belíssima atriz sul-africana Charlize Theron (que também é produtora do filme) e inspirada no graphic novel The Coldest City  de Sam Hart (que mora em São Paulo desde os 10 anos de idade!) e Antony Johnston, apesar de não ser personagem com a profundidade e complexidade da Femme Nikita, a assassina do filme de Luc Besson de 1990 (minha preferida até hoje), e o roteiro ser daqueles que a gente já viu inúmeras vezes nos filmes de espionagem (agente-morre-agente-tenta-resgatar-informação-que-pode-colocar-o-mundo-em-risco-e-“a-gente”-nunca-sabe- Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


Vista Café: A ótima comida do Jiquitaia agora em décor modernista e vista para o Ibirapuera

Basta cruzar a ponte Ciccillo Matarazzo — passando por cima da linda Avenida 23 de maio, uma das artérias de São Paulo, que liga a região norte à região sul sem semáforos — para sair do Parque do Ibirapuera e chegar ao imponente edifício modernista projetado por Oscar Niemeyer, que hoje abriga a coleção do Museu de Arte Contemporânea da USP (MAC USP) e abrigará em breve um dos rooftops  mais incríveis da cidade {para conhecer a nossa lista de bares e restaurantes preferidos no topo de prédios com vista para o skyline  de São Paulo, clique aqui}. E se antes era DESOLADORA a situação da cafeteria do MAC (duas máquinas, uma para salgadinhos e refrigerantes, outra para café; só junk food  e café ruim), a boa notícia é que o Vista Café, inaugurado esta semana no mezanino do edifício com um enorme terraço cheio de sol, já é um dos nossos lugares prediletos na cidade (é só uma pena que todas as tomadas ficam muito, muito distantes das mesas; você precisa trazer Ver Mais →

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com


SIGA A SIMONDE

Interaktiv