Vero: Em Ipanema, um dos precursores do gelato italiano no Brasil com bom café e aberto até tarde

Rua Visconde de Pirajá, 229

quase esquina com a Vinicius de Moraes

Ipanema

Metrô Ipanema/General Osório

55 21 / 3497-8754

Não aceita cartões de crédito, só débito

Todos os dias:

Das 10h30 á 0h30

Desde 2010

Site, clique aqui


Ver RioDeJaneiro_Simonde num mapa maior

Sempre reclamava de que não havia sorvete decente nem em São Paulo nem no Rio (costumava ir à Gelateria Parmalat  e à Vipiteno, recém-abertas no fim dos anos 2000). Até que, passeando por Ipanema (ainda não existia a Bacio di Latte  em SP), conheci Vero Gelato Italiano, uma das primeiras gelaterie veramente artiginiale  do Brasil, e me apaixonei (ao longo dos cinco anos que conheço a sorveteria, o dono está sempre lá e não tem filiais, do jeito que a gente gosta, pois são indícios que garantem qualidade). Assim, além da Mil Frutas, o Rio tem mais uma deliciosa — mas mais cremosa — opção de sorvetes sem corantes, conservantes, estabilizantes, espessantes e gordura hidrogenada (ingredientes que compõem todos os sorvetes industrializados, incluindo os da também carioca e tradicionalíssima Itália ).

Inaugurada no nosso lugar preferido de Ipanema junto com o verão, em 21 de dezembro de 2010, a Vero muda o cardápio de sorvetes todos os dias, de acordo com os ingredientes da estação. Mas compensa com a qualidade, a textura e o sabor de ingredientes como o pistache (feito a partir de uma pasta de pistache da Sicília; a produção em Bronte, o mais famoso dos pistaches sicilianos, é muito pequena para ter tanta gelateria afirmando que usa a pasta de pistache de lá; pelo menos aqui o proprietário Andrea Panzacchi é sincero), a amarena (cereja selvagem e montanhesa italiana: um must-eat ) e dos sorbetti  de frutas brasileiras, sempre preparados com as frutas frescas, nada de pasta ou polpa (é genial  o caju completo, feito com a fruta e suas castanhas – comeria um balde –; mas tem também o de lichia, o de jaca,  o de manga, o de banana, o de jabuticaba, o de açaí, melhor que aqueles bowls cheios de xarope de guaraná que a gente encontra em todas as esquinas da cidade) #osgringospiram.  E tem ainda as criações de Andrea: tapioca vegana, feita com leite vegetal; cerveja belga; chocolate 100% com rum e laranja; limão siciliano com lavanda; lichia, gengibre e limão; abacaxi com cardamomo; framboesa, chá de hibisco e tomilho; e o tiramisù, tão bom quanto a sobremesa em si. Ai, tem ainda o de paçoca, o que torna bem difícil a escolha dos dois ou três sabores para colocar no copinho.

A Vero fica no coração de Ipanema (mas “atravessou a rua” em 2015, ficando do outro lado do local original) e todos os sorvetes são produzidos diariamente lá mesmo. Aproveite para tomar cafés de diferentes regiões do Brasil (da última vez que fui, o espresso  estava sendo tirado com um catuaí amarelo do Sítio São José, que fica no lado mineira da Serra da Mantiqueira). Seria incrível ter sorvetes da Vero como opção de sobremesa em restaurantes cariocas.

vero-gelato-italiano-sorvete-cafe-ipanema-visconde-de-piraja-1200-7Depois de alguns anos no número 260 da Visconde de Pirajá, a Vero atravessou a rua e está no número 229. Imagem: Shoichi Iwashita
vero-gelato-italiano-sorvete-cafe-ipanema-visconde-de-piraja-1200-8O balcão com as muitas opções de sorbetti, que não levam leite, apenas fruta, água e açúcar, e que por isso são 0% gordura mas cheias de sabor. Destaque para os sabores lichia e caju completo, feito com a fruta e a castanha! Imagem: Shoichi Iwashita vero-gelato-italiano-sorvete-cafe-ipanema-visconde-de-piraja-1200-9No copinho, um dos meus sabores cremosos favoritos: tiramisù. Imagem: Shoichi Iwashita vero-gelato-italiano-sorvete-cafe-ipanema-visconde-de-piraja-1200-10O espresso é tirado com grãos de origem, informada na placa. Imagem: Shoichi Iwashita

Arte-Banner-Instagram-Divulgacao-10


Ver RioDeJaneiro_Simonde num mapa maior

VEJA MAIS


shoichi.simonde@gmail.com